logo

Iluminação é tudo!

A iluminação é muito importante na decoração, com ela é possível setorizar ambientes, criar cenários, definir áreas de circulação, ressaltar ou valorizar algum elemento, como por exemplo quadros na parede ou produtos expostos em uma loja, e isso sem falar dos belos lustres e pendentes.

Cada tipo de iluminação tem uma função específica, se usados de maneira correta, sua casa pode ficar mais confortável e aconchegante. Analise qual é o uso do cômodo e observe o que precisa ser destacado e qual o clima você deseja que ele tenha.

Tipos de iluminação:

Iluminação Difusa

Essa é aquela iluminação geral, instalada no teto e centralizada nos ambientes. A luz é mais suave e se espalha de forma homogênea sem provocar sombras fortes. Plafons e painéis de LED, geralmente de vidro ou acrílico, criam a iluminação difusa. Quando é direcionada, ilumina melhor os planos de trabalho, como bancadas e mesas de jantar, tornando o uso da luz mais eficiente e mais econômica. Para ambientes integrados, é interessante criar circuitos de energia elétrica separados para os espaços, assim é possível escurecer um ambiente e clarear outro, ajudando a definir melhor o espaço e tornando-o visualmente mais confortável.

alt="iluminação difusa"

Iluminação Direta

Esse tipo de iluminação incide diretamente sobre algum ponto específico, a luz possui mais intensidade e brilho. É indicado para destacar alguma peça que deseja valorizar na decoração, como um quadro na parede ou uma escultura, também é usado para algum tipo de tarefa, seja ler, escrever, cozinhar, costurar ou jogar. Luminárias, pendentes e lâmpadas penduradas são ótima opções para criar esse tipo de iluminação.

alt="iluminação direta"

Iluminação Indireta

A iluminação indireta é comum em forros de gesso, a luz reflete na superfície branca e se distribui pelo ambiente permitindo criar ambientes mais tranquilos. Abajures e arandelas também são responsáveis por esse tipo de iluminação, proporcionando aconchego e conforto visual.

alt="iluminação indireta"

Um profissional da área pode auxiliar na escolha das luminárias e calcular a quantidade de luz necessária para cada ambiente, proporcionando funcionalidade, beleza e economia de energia.

SAIBA MAIS: Para que serve um arquiteto?

Imagens: Pinterest

Published by

Avatar

Fernanda de Carvalho

Arquiteta, ama fotografia, design, cores, internet, frases motivacionais e ouvir músicas do tipo “algodão doce”. Está sempre aprendendo coisas novas e acredita que vale a pena crer nos sonhos que se tem.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar Chat