logo

Conheça os Tipos de Telhas

Há muitos tipos de telhas no mercado, e saber as diferenças entre elas é essencial para escolher a mais adequada para a sua construção.  Os diferentes tipos de telhas possuem características especificas no que se referem a material, cor, inclinação, isolamento térmico e durabilidade.

tipos de telhas.

Principais tipos de telhas:

infográfico: tipos de telhas.
  1. Cerâmica:

Também conhecidas por telhas de barro, são as mais comuns no Brasil. São fáceis de encontrar e há uma grande diversidade de formatos e modelos.

Vantagens: proporciona isolamento térmico, são fáceis de limpar e possuem manutenção barata.

Desvantagens: são pesadas, em torno de 40 quilos por metro quadrado, e por isso precisam de um engradamento resistente e bem feito.

2. Esmaltada:

São outros tipos de telhas cerâmicas com um acabamento diferente, uma camada de cor. Esse banho garante mais durabilidade e resistência ao material.

Vantagens: deixa a cerâmica mais impermeável, diminuindo a possibilidade de infiltração e o surgimento de fungo e mofo.   

3. Concreto:

São compostas por uma mistura de cimento e areia, são duráveis e proporcionam conforto térmico. Podem ser encontradas em diferentes modelos, formatos e uma variedade de cores.

Vantagens: o consumo é de 10 a15 unidades por metro quadrado.

Desvantagens: são mais pesadas, sendo necessário uma estrutura reforçada para sustentá-las. Possuem baixa resistência ao vento.

4. Vidro:

Garante iluminação no interior dos ambientes da casa, e pode ser usada tanto sozinha quanto combinada com outros tipos de telhas.

Desvantagem: são frágeis e podem trincar com facilidade.

5. Translúcida (Fibra de vidro):

É uma opção mais barata que a telha de vidro. As telhas translúcidas são feitas de fibra de vidro e são encontradas nos modelos transparentes ou translúcidas, podendo ser coloridas ou não.

Vantagens: são leves, flexíveis, fáceis de manusear e bastante resistentes.

6. Fibrocimento:

Esse tipo de telha surgiu no mercado com o objetivo de substituir as antigas telhas de amianto, que deixaram de ser vendidas devido o seu alto risco à saúde.

Vantagens: são leves, duráveis, baratas e resistentes e não precisam de uma estrutura de sustentação reforçada.

Desvantagens: elas absorvem calor com muita facilidade e podem deixar o ambiente interno quente.  

7. Calhetão:

São feitas com material de fibrocimento, mas ao invés de serem onduladas elas possuem um formato mais alongado e diferente. Por esse motivo, esses tipos de telhas são usadas em grandes vãos livres como, por exemplo, estacionamentos, galpões industriais e espaços comerciais.

8. Fotovoltaica:

Esse tipo de telha é formado por uma estrutura cerâmica anexada a células fotovoltaicas, os fios passam por baixo do telhado até se conectarem a um conversor. O objetivo é economizar energia sem abrir mão da beleza do projeto.

9. PET:

São telhas ecológicas, feitas a partir de materiais reciclados. São resistentes, leves e não precisam de estrutura reforçada para suportar o peso. É possível encontrá-las em modelos parecidos com as telhas cerâmicas e de concreto, em diversas cores e translúcidas.  

Vantagens: suportam altas temperaturas e não são porosas, diminuindo a propagação de mofo ou fungo.

10. PVC:

As telhas de PVC são resistentes ao fogo e mudanças climáticas. São leves, versáteis, fáceis de limpar e de instalar. Vendidas em placas moldadas em modelos ondulados ou em estilo colonial, em diversas cores e transparentes.

Vantagem: ao final de sua vida útil é possível reciclar e transformar em uma nova telha.

Desvantagem: não são bons isolantes térmicos ou acústicos, podendo deixar o ambiente interno quente.

11. Policarbonato:

Suas principais características são resistência e transparência, além de serem maleáveis, leves e resistentes ao fogo.

Vantagem: eficiente proteção térmica e proteção anti-UV, com filtro que evita a passagem de raios ultravioletas.

12. Metálica:

Podem ser feitas de aço, alumínio, cobre ou de uma liga de metais. São resistentes, duráveis e leves e encontradas em folhas. São mais utilizadas em construções comerciais ou industriais.

13. Galvanizada (telha de zinco):

São chamadas assim pois em sua estrutura são revestidas por uma liga de alumínio e zinco, tornando-as resistentes a possíveis corrosões e alterações climáticas.

Desvantagens: não apresentam um bom isolamento térmico e fazem muito barulho em dias de chuva.

telhas de zinco.

14. Fibra vegetal:

Criada a partir de fibra de celulose, que é extraída de papel reciclado, e em seguida recebe pigmentos, resultando em modelos de diferentes cores. Por fim, é coberta por uma resina especial, que vai garantir proteção à peça. É uma opção para substituir as antigas telhas de amianto.

Vantagem: é ecologicamente sustentável e resistente as intempéries climáticas.

telhas de fibra vegetal.

15. Termoacústica:

Conhecidas como telhas sanduíches, pois são compostas por duas telhas de aço, ou de fibrocimento, preenchidas por um material isolante térmico como poliuretano, isopor, lã de vidro ou lã de rocha. É possível encontrar nas cores cinza, azul e vermelho.

Vantagem: grande isolante térmico e acústico, proporcionando um ambiente silencioso e com temperaturas agradáveis.

telhas sanduíche.

16. Gravilhada: 

Esse é um tipo de telha metálica, revestida por uma camada de rocha moída com acabamento cerâmico. Elas proporcionam conforto térmico e são visualmente parecidas com telhas de cerâmica ou concreto. As telhas gravilhadas são parafusadas, portanto fáceis de instalar e não precisam de estrutura reforçada.

Vantagens: não absorvem umidade, não irradiam calor e são resistentes as intempéries climáticas.

Desvantagem: o custo, que é mais alto que as opções de cerâmica e concreto.

telhas gravilhadas.

Para toda e qualquer obra, sempre consulte um arquiteto ou engenheiro.

Saiba Mais: PARA QUE SERVE UM ARQUITETO?

Imagens: Pinterest

Published by

Avatar

Fernanda de Carvalho

Arquiteta, ama fotografia, design, cores, internet, frases motivacionais e ouvir músicas do tipo “algodão doce”. Está sempre aprendendo coisas novas e acredita que vale a pena crer nos sonhos que se tem.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar Chat